sábado, 25 de março de 2017

Sobre um período sabático

Depois de me dedicar por quase um ano ao minha vida profissional (?), entendi que um 'período sabático' iria aliviar o estresse e as pressões do dia a dia da minha vida pessoal e profissional.
Sou técnica formada em nutrição e dietética, porém não exerci a função. Assim que acabei o curso técnico, entrei de cabeça no atendimento ao cidadão em um órgão público, o que me garantiu boas experiências e me ensinou a ser muito mais paciente, boa ouvinte e a pensar com maior atenção a detalhes.
Depois de oito meses, fui demitida e me vi sem chão, pois estava apaixonada pelo meu trabalho. Com isso, muitas transformações vieram na minha vida pessoal também. Mudança de casa depois de 10 anos, marido desempregado em casa também (quem é dona de casa sabe o que isso significa, rs), chegada de novo membro na família (minha labradora, Mel!), perdi pessoas que amei demais... tudo isso num espaço de tempo de 3 meses!
Sinceramente, achei que iria enlouquecer! Na real, isso aconteceu algumas vezes, e veio o diagnóstico de ansiedade, fobia social e depressão. Mais alguns 12 ou 15 kg.
Tudo ficou bem difícil, mas decidi que deveria analisar e aprender com nossas vitórias e derrotas como família e pessoa.
E, notei que disso tudo surgiu um período sabático. No mundo dos negócios, esse período é tirado para repensar a carreira e a vida pessoal, dentro de um período de 3 meses a um ano. Porém, algumas pessoas passam desse tempo e não se impõe metas ou prazos para retorno a carreira. Muitas vezes, nem retornam para a mesma carreira.
No meu caso, foi tudo impensado, de surpresa, porém é bom planejar como fazer. Vou deixar algumas dicas:

  • Planeje o tempo, locais e o que deseja fazer no período. 

Três meses a um ano ou mais, não importa, se planeje. Garanta que suas reservas permitirão o cumprimento de suas obrigações e possíveis projetos de descobertas ou simples passeios ou viagens maiores. Avalie o que deseja descobrir a cerca de si mesmo ou de sua carreira. Utilize o tempo para se dedicar a artes, esportes, cursos ou adquirir conhecimento em geral.

  •  Abra mão de luxos ou supérfluos. 

Baladas, restaurantes, planos de tv a cabo, assinatura de internet 3g... desapegue de algum veiculo que não seja essencial, de objetos que mal usa, aparelhos encostados... vale de tudo para ter tempo e algum valor a mais para reserva no período.

  • Deixe claro a seus familiares e amigos o que se propôs. 

Ficar explicando todas as vezes o porque decidiu optar por um período sabático não deve ser muito agradável. Então, se permita explicar e deixar claro os objetivos desse período e se sinta tranquilo quanto as críticas, pois nem todos compreenderão.

Em minha vida muita coisa mudou, me sinto mais confiante para recomeçar em novos projetos e estou me conhecendo melhor em vários aspectos. Não fui para longe, não fiz viagens longas, não investi em nenhum curso, mas pude perceber que à minha maneira, os resultados foram satisfatórios. Se decidir fazer, faça ao seu tempo e dentro das suas possibilidades. Não tome como regra nada o que possa fazer com que se sinta pressionado ou desconfortável. Assim como a palavra hebraica significa, repouse e planeje seus próximos passos.

Até o próximo post.
Pollyanna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá meus amores! Obrigada pela sua visita e comentário! Deixe seu recadinho, dúvida ou sugestão! Beijos!!!